Tempo de conquista

terça-feira, 20 de junho de 2017

NÚMEROS 13
1 – E o Senhor disse a Moisés: ”
2 – Envie alguns homens em missão de reconhecimento à terra de Canaã, terra que dou aos israelitas. Envie um líder de cada tribo dos seus antepassados”.
3 – Assim Moisés os enviou do deserto de Parã, conforme a ordem do Senhor. Todos eles eram chefes dos israelitas.

17 – Quando Moisés os enviou para observarem Canaã, disse: “Subam pelo Neguebe e prossigam até a região montanhosa.
18 – Vejam como é a terra e se o povo que vive lá é forte ou fraco, se são muitos ou poucos;
19 – se a terra em que habitam é boa ou ruim; se as cidades em que vivem são cidades sem muros ou fortificadas;
20 – se o solo é fértil ou pobre; se existe ali floresta ou não. Sejam corajosos! Tragam alguns frutos da terra”. Era a época do início da colheita das uvas.
21 – Eles subiram e observaram a terra desde o deserto de Zim até Reobe, na direção de Lebo-Hamate.
22 – Subiram do Neguebe e chegaram a Hebrom, onde viviam Aimã, Sesai e Talmai, descendentes de Enaque. ( Hebrom havia sido construída sete anos antes de Zoã, no Egito. )
23 – Quando chegaram ao vale de Escol, cortaram um ramo do qual pendia um único cacho de uvas. Dois deles carregaram o cacho, pendurado numa vara. Colheram também romãs e figos.
24 – Aquele lugar foi chamado vale de Escol por causa do cacho de uvas que os israelitas cortaram ali.
25 – Ao fim de quarenta dias eles voltaram da missão de reconhecimento daquela terra.
26 – Eles então retornaram a Moisés e a Arão e a toda a comunidade de Israel em Cades, no deserto de Parã, onde prestaram relatório a eles e a toda a comunidade de Israel, e lhes mostraram os frutos da terra.
27 – E deram o seguinte relatório a Moisés: “Entramos na terra à qual você nos enviou, onde manam leite e mel! Aqui estão alguns frutos dela.
28 – Mas o povo que lá vive é poderoso, e as cidades são fortificadas e muito grandes. Também vimos descendentes de Enaque.
29 – Os amalequitas vivem no Neguebe; os hititas, os jebuseus e os amorreus vivem na região montanhosa; os cananeus vivem perto do mar e junto ao Jordão”.
30 – Então Calebe fez o povo calar-se perante Moisés e disse: ” EIA! Subamos e possuamos a terra. É certo que venceremos! ”
31 – Mas os homens que tinham ido com ele disseram: “Não podemos atacar aquele povo; é mais forte do que nós”.
32 – E espalharam entre os israelitas um relatório negativo acerca daquela terra. Disseram: “A terra para a qual fomos em missão de reconhecimento devora os que nela vivem. Todos os que vimos são de grande estatura.
33 – Vimos também os gigantes, os descendentes de Enaque, diante de quem parecíamos gafanhotos, a nós e a eles”.

 

• Deus envia doze homens para espiar a terra de Canaã, e entre eles estava Josué e Calebe.
• Josué é da tribo de Efraim que significa “Deus me fez prosperar”.
• Calebe era da tribo de Judá que significa “exaltado”.
• O que você traz da terra que espia?
• Deus sempre coloca algo novo diante de nosso coração.
• Você pode trazer frutos e esperança ou gigantes e medo.
• Apenas Josué e Calebe trouxeram informações de esperança;
• Para alcançarmos a nossa terra prometida, temos que fixar nossos olhos nos frutos e não nos gigantes.

23 – Quando chegaram ao vale de Escol, cortaram um ramo do qual pendia um único cacho de uvas. Dois deles carregaram o cacho, pendurado numa vara. Colheram também romãs e figos.

• Os gigantes plantaram na terra que era de Deus, mas os frutos da terra eram ainda maiores de quem os plantou.
• Se tinha frutos grandes, era porque a terra era boa.

• Dez espias olharam apenas para os girantes, que apontam para medo e derrota.
• Tem frutos que você vai alcançar ainda este ano!
• Crente que não frutifica, é crente parado e fica enjoado.
• Estes dez espias representam uma classe de pessoa.

27 – E deram o seguinte relatório a Moisés: “Entramos na terra à qual você nos enviou, onde manam leite e mel! Aqui estão alguns frutos dela.
28 – Mas o povo que lá vive é poderoso, e as cidades são fortificadas e muito grandes. Também vimos descendentes de Enaque.

• Eles foram para a terra, mas não viram a terra que o Senhor os Deus, mas uma terra de um povo que era mais forte, fixaram apenas os gigantes e grandes muralhas.

33 – Vimos também os gigantes, os descendentes de Enaque, diante de quem parecíamos gafanhotos, a nós e a eles”.

• Quando olharam para si mesmo se viram como gafanhotos.
• Gafanhotos é um intruso e não é bem recebido por ninguém, é uma praga
• Você não pode se sentir um intruso na terra que Deus te prometeu.
• Não foi o inimigo que os chamou de gafanhoto, mas eles mesmos.
• Você não foi chamado para ser gafanhoto, mas para tomar posse do que é seu.
• Um gafanhoto pode ser pisado e esmagado,e este era realmente o sentimento deles.
• Não se sinta assim, pois ainda há muita conquista para você realizar.
• Você vai conquistar coisas novas em sua vida.

CARACTERÍSTICAS DO GAFANHOTO

• Ele tem asas mas não voam, uma aparência de algo que eles não são.
• Gafanhotos saltam e caem, assim também são alguns crentes gafanhotos.
• Gafanhoto não alcançam as alturas, mas Deus te preparou para voar como águia e com visão profunda.

Mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam bem alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam.
Isaías 40:31

• Crentes gafanhotos pulam quando são corrigidos, mas Deus sempre corrigi o seus filhos, pois Ele os ama.
• Seu líder, pai e mãe te corrigem, porque também amam você.
• Dez espias escolheram um tipo de vida errada, e os outros dois, escolheram a certa.
• Deus usa situações e até o ímpio para nos corrigir.
• Não pule nenhuma etapa de sua vida.
• Crentes gafanhotos pulam de igreja em igreja, são pessoas que não possuem raízes, pois não as tiveram em casa.
• Crentes gafanhotos pulam de namoro em namoro, casamentos em casamentos, emprego em emprego e empresas em empresas, nunca sabem o que querem.
• Crentes gafanhotos usam as pernas para pular, e não para fugir do inimigo.

• Dez espias reconheceram os frutos, mas se amedrontaram
• Deus quer ver em nós, atitudes de conquista e não de medo.
• Deus nos libertou para a escravidão.
• O espírito de gafanhoto tem que ser extinguido de nossa vida.

E o Senhor me disse: “Vejo que este povo é realmente um povo obstinado!
Deixe que eu os destrua e apague o nome deles de debaixo do céu. E farei de você uma nação mais forte e mais numerosa do que eles”.
Deuteronômio 9:13,14

E vi que vocês tinham pecado contra o Senhor, o Deus de vocês. Fizeram para si um ídolo de metal em forma de bezerro. Bem depressa vocês se desviaram do caminho que o Senhor, o Deus de vocês, lhes tinha ordenado.
Então peguei as duas tábuas e as lancei das minhas mãos, quebrando-as diante dos olhos de vocês.
Depois prostrei-me perante o Senhor outros quarenta dias e quarenta noites; não comi pão, nem bebi água, por causa do grande pecado que vocês tinham cometido, fazendo o que o Senhor reprova, provocando a ira dele.
Tive medo da ira e do furor do Senhor, pois ele estava suficientemente irado para destruí-los, mas de novo o Senhor me escutou.
Deuteronômio 9:16-19

Cairão neste deserto os cadáveres de todos vocês, de vinte anos para cima, que foram contados no recenseamento e que se queixaram contra mim.
Nenhum de vocês entrará na terra que, com mão levantada, jurei dar-lhes para sua habitação, exceto Calebe, filho de Jefoné, e Josué, filho de Num.
Números 14:29,30

• Deus queria matar o povo no deserto, mas mesmo Moises tendo intercedido, a vontade de Deus se cumpriu, e daquela geração, somente dois espias, Josué e Calebe, entraram na terra prometida.

30 – Então Calebe fez o povo calar-se perante Moisés e disse: ” EIA! Subamos e possuamos a terra. É certo que venceremos! ”

• EIA! significa uma atitude produtiva, um coração sem medo e impedimentos, que se sente dono da terra.
• Olhe para o que Deus falou e não para as resistências.
• A crise desanima, mas as promessas nos animam.
• O que você traz da terra que você espia?
• Os seus olhos estão nos frutos ou nos gigantes?
• Deus sempre nos mostra a terra, mas temos que conquistá-la e em nome de Jesus, você vai ser um conquistador.
• Tem conquistas novas chegando para sua vida